f

Get in on this viral marvel and start spreading that buzz! Buzzy was made for all up and coming modern publishers & magazines!

Fb. In. Tw. Be.
captação de leads

A captação de leads é um conjunto de estratégias de marketing digital que funcionam pelo armazenamento de informações de acesso, a partir de cookies (arquivos temporários armazenados no dispositivo utilizado para acessar um site), e pela troca de conteúdos ou promoções por informações de contato. Além de não serem invasivas, essas técnicas têm se mostrado eficientes na personalização do marketing, sendo um excelente pontapé inicial para o processo de conversão de leads em clientes.

Mas, já pensou como tudo isso funcionaria sem uma boa segurança de dados? As políticas de privacidade favorecem a transparência da marca, protegem os dados dos usuários capturados pelas estratégias de marketing digital e aumentam a confiança do lead. No Brasil, são regulamentadas pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

A importância das Políticas de Privacidade

As políticas de privacidade servem para informar ao usuário (lead) como a empresa obtém os dados e como pretende utilizá-los, além de conter as informações dos métodos de proteção e armazenamento de dados. É uma forma de estabelecer a confiança entre a empresa e o cliente, aumentando as chances de que os dados captados pelas estratégias de marketing digital sejam reais, válidos e possam ser utilizados sem ferir os direitos do usuário.

O problema é que a taxa de usuários que conseguiam realmente compreender as políticas de privacidade das empresas era baixa, devido ao vocabulário extremamente jurídico anteriormente utilizado. Para corrigir esse problema, a LGPD passou por atualizações recentes, com novas normas que exigem mais transparência, acessibilidade, visibilidade e clareza nos textos de política de privacidade fornecidos pelas empresas.

Um exemplo disso, que todos devem ter notado, são as mensagens de aviso de utilização de cookies, que, antes, apareciam em um número bem menor de páginas e, atualmente, aparece em todos os sites que acessamos, ou pelo menos aqueles que carregam o 

certificado de segurança de dados. O mesmo ocorreu há pouco tempo, com a atualização que exige o pedido de autorização de localização.

Personalização do marketing para a captação de leads

A personalização do marketing ajuda muito na captação de leads, especialmente em caso de comércios eletrônicos. Dados como intenção de compra do cliente, fonte de tráfego, geolocalização, idade, sexo, pesquisas anteriores no site, entre outros, são essenciais para que as ofertas sejam perfeitamente direcionadas ao público-alvo, criando maior aproximação entre a empresa e o cliente.

A partir da captação de dados, que podem ser obtidos por meio de um software ou fornecidos pelo próprio usuário, é possível oferecer exatamente aquilo que o lead precisa naquele momento, seja baseado em suas pesquisas anteriores, suas compras anteriores, carrinho abandonado ou no perfil do usuário. O segredo é utilizar as informações de maneira natural, sem parecer invasivo e muito menos assustador.

Ainda hoje, alguns consumidores ficam preocupados em compartilhar seus dados, por receio de que não estejam devidamente protegidos pelo sistema de segurança do site e possam ter a sua privacidade invadida. É por isso que eles  tem todo direito de recusar que as empresas utilizem suas informações ou questionar o motivo da utilização de seus dados, um processo que se torna muito mais rápido e prático se as políticas de privacidade estiverem visíveis e claras no site.

Como personalizar o marketing sem violar a privacidade

Em uma pesquisa publicada no MarketingCharts.com, 74% dos usuários desejam informações do que será feito com seus dados e com quem eles serão compartilhados, enquanto 59% desejam saber por quanto tempo os seus dados ficarão retidos e 54% querem saber onde seus dados são armazenados. Com tanta pressão, qualquer falha de segurança de dados leva a perda total de confiança do lead, o que afeta nas vendas e  na própria reputação da marca.

Convenhamos, receber o anúncio logo depois de dizer em uma conversa particular o quanto precisava de algum produto, sem que a Siri, a Alexa ou o Google Home estivessem ativos, parece muito mais assustador do que útil. É por isso que as empresas precisam estabelecer um limite, para não acabar violando a privacidade, assustando e, por fim, repelindo o lead.

  • Utilize o marketing de permissão

Aplicar as normas a LGPD em suas estratégias de personalização do marketing, sempre pedindo permissão para o usuário quando precisar acessar sua localização ou armazenar cookies é o primeiro passo. É um processo básico que mostra ao lead que ele está no controle e pode permitir ou negar o compartilhamento de informações quando achar necessário.

Outro método é utilizar estratégias de marketing digital para simplesmente pedir pelas informações que deseja, seja por assinatura de newsletter, download de conteúdos, salvamento de carrinho de compras, informações sobre estoque determinado produto, obtenção de códigos promocionais, pesquisas de satisfação ou até permissão para acessar informações básicas pelas redes sociais.
Conte com a Circle te guiar nas estratégias seguras de captação de leads, colocando a as necessidades e a privacidade do lead em primeiro lugar. Entre em contato conosco!

Postar um comentário

You don't have permission to register